Aller directement au contenu

Les meilleures recommandations de musées selon les habitants

Museum
“Dans l´Avenu plus importante de São Paulo, le plus grand musée d´art moderne de l´Amérique Latine.”
  • Recommandé par 566 habitants
Musée d'art
“Um museu de bela arquitetura e com uma bela curadoria de exposições. A museum of beautiful architecture and a beautiful exhibition curatorium.”
  • Recommandé par 209 habitants
Musée d'art
“Museum of the Image and Sound. There are some nice art exhibitions and events on it.”
  • Recommandé par 100 habitants
Cultural Center
“Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB - holds some of the best art exhibits in town. Make sure to make most of your visit by previously checking out what is on and adding to your visit other sightseeing in Sao Paulo old downtown area and having dinner or lunch in one of the several good Japanese, Chinese or Korean restaurants in Liberdade District.”
  • Recommandé par 101 habitants
Cultural Center
“Great place to Latin art tourism, eventually the place have gastronomical festivals, check on facebook events for it, these festivals are awesome and budget-friendly.”
  • Recommandé par 90 habitants
Library
“Great modern art museum. Inside Ibirapuera Park, great place to be! Must-do”
  • Recommandé par 79 habitants
Museum
“Outstanding sports museum with films, photographs & interactive exhibits documenting the history of the Brazilian soccer (football).”
  • Recommandé par 65 habitants
Cultural Center
“Centre for Brazilian literature, with poetry readings, talks, workshops, etc.”
  • Recommandé par 56 habitants
History Museum
$$
“Bolsa de Café, ou o Palácio da Bolsa Oficial do Café, é um museu localizado na rua XV de Novembro, no centro histórico de  Santos; Após um restauro realizada em 1998, o palácio foi reinaugurado como o Museu do Café. Primeiramente instalada em um salão alugado no centro da cidade, a Bolsa do Café transferiu-se em 1922 para o palácio, construído especialmente para suas atividades, que funcionou até fins da década de 1970, quando foi abandonado. Criada por decreto federal, ela iniciou suas atividades em 1917 em uma pequena repartição nas rua XV de Novembro com a rua do Comércio, no centro da cidade. O local contava com salas funcionais que pouco diferiam do ambiente interno de Comissárias ou Exportadoras da época. Com o aumento do volume das negociações, a construção de uma sede própria passou a assunto prioritário. E, de uma pequena repartição a um palácio, a história da nova sede da Bolsa Oficial de Café traduz arquitetonicamente a construção simbólica do espaço a ser ocupado pelo café no Brasil e no exterior. Um dos principais pontos turísticos da cidade de Santos, o Museu do Café foi criado em 1998 com o objetivo de preservar e divulgar a histórica relação entre o café e o país. Entre objetos e documentos que formam seu acervo é possível perceber como a evolução da cafeicultura e o desenvolvimento político, econômico e cultural do país estão intimamente ligados. A estreita relação entre a cafeicultura e o desenvolvimento do Brasil está registrada na exposição de longa duração “A trajetória do café no Brasil”. Dividida em três módulos - O café e o trabalho, Café e novas rotas e Santos e o porto – a mostra permite ao visitante uma verdadeira viagem no tempo. O passeio pela história começa com a chegada das primeiras mudas da planta ao país, passa pela profissionalização das plantações e da mão de obra, a chegada dos imigrantes japoneses e europeus para o trabalho nas lavouras e ajuda a contextualizar, por meio de painéis e maquetes, a riqueza e o progresso impulsionados pelo café, como a expansão da malha ferroviária no Estado de São Paulo e o desenvolvimento do porto de Santos, por exemplo. O Museu do Café também realiza regularmente exposições temporárias que contemplam épocas e aspectos pontuais da história do café no Brasil. Em suas instalações, o Museu do Café ainda possui um Centro de Informação e Documentação – que conta em seu acervo com diversas publicações e documentos sobre o café e sua história e está aberto ao público para visitação gratuita – e o Centro de Preparação de Café, que disponibiliza cursos relacionados ao conhecimento e ao preparo da bebida. Mais do que o principal responsável pela preservação da história do café, o Museu do Café é também referência na comercialização do produto por meio de sua cafeteria. Inaugurada em 2000, a Cafeteria do Museu possui em seu cardápio diversas opções de bebidas que têm o café como principal ingrediente. Além disso conta com grande variedade de grãos, produzidos em diferentes regiões do Brasil, à disposição dos visitantes para apreciar na hora ou levar para casa. Atualmente a Cafeteria do Museu trabalha com os cafés Cerrado de Minas, Sul de Minas, Alta Mogiana, Chapadão do Ferro, Blend da Cafeteria, Orgânico, Vale da Grama, e Jacu Bird Coffee. Este último é o café mais caro e raro do Brasil, obtido com os grãos expelidos pelo pássaro Jacu, que se alimenta dos frutos do café. vale a pena tomar um cafezinho!🥰 ”
  • Recommandé par 64 habitants
Library
“Located at the exit of the Vergueiro Metro, the São Paulo Cultural Center, better known as Centro Cultural Vergueiro, is one of the main cultural and leisure centers of the city. The project, created from the need to extend the Mário de Andrade Library, was inaugurated on May 13, 1982 and currently has a set of libraries, a suspended garden, rooms for theater, music and other activities Social, educational and community.”
  • Recommandé par 67 habitants
Parc
“Inhotim tem rico acervo de arte contemporânea e um Jardim Botânico que reúne espécies raras internacionais. ”
  • Recommandé par 46 habitants
Convention
“Espaço cultural de ciência, o Catavento é um dos museus mais visitados de São Paulo, com exposições didáticas e criativas. // A science cultural space , the Catavento is one of the most visited museums in São Paulo, with educational and creative exhibits. There is no subway station very close.”
  • Recommandé par 40 habitants
Museum
“Famous for its breakfast in the outdoors during the weekends. Museum is interesting but small.”
  • Recommandé par 47 habitants
Café
$
“No início, era apenas uma casa de pau a pique onde se reuniam jesuítas – entre eles, Manoel da Nóbrega e José de Anchieta-em busca da catequização dos povos indígenas. Ninguém poderia imaginar que aquela simples construção daria início à maior cidade do Brasil. A data era 25 de janeiro de 1554 e o local viria a se chamar São Paulo em homenagem ao apóstolo de mesmo nome que teria se convertido na mesma data. A partir dali, foi dada a largada para o crescimento da cidade. O prédio, antes residência dos jesuítas, virou Palácio dos Governadores e teve esta função de 1765 até 1908. Depois, passou por Secretaria de Educação, voltou a ser colégio (relembrando a catequização) e só em 1979 se transformou em Museu Anchieta. O prédio atual quase nada guarda das construções mais antigas. Apenas uma parede lembra os séculos passados. O complexo atual é formado pela Igreja São José de Anchieta, Museu Anchieta, Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, Biblioteca Padre Antônio Vieira e Café do Pateo. O espaço é destinado não só à realização de missas, mas também de eventos culturais.”
  • Recommandé par 39 habitants
Museum
“A great new addition to Sao Paulo's museum scene. Make sure you visit the restaurant.”
  • Recommandé par 48 habitants
History Museum
“Local culture available - expositions, every thursday there is a kind of concert with local artists - live music”
  • Recommandé par 36 habitants